Da vida
E na saudade se canta
E na alegria também se chora
O amor que dá nó na garganta
É aquele do que toda gente adora
Não fique triste meu amor
Se eu cheguei agora
E daqui a pouco eu vou-me embora
E o coração de um caminheiro
Explodindo nas estradas
Minha casa é mundo afora
Vou viver por aí
Vou viver por aí
Quanto mais longe do teu beijo
Maior é meu desejo
De estar junto a você
Vou viver por aí...
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 88 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111538