Eu entrego a Deus
(Mais uma vez)
Eu entrego a Deus
O panaca que taca tanta água no meu leite
Não há quem aceite
Eu entrego ao Divino
O cretino que me mata na fila do feijão
Não tem condição
Eu entrego ao Senhor
O doutor que deu fim ao meu dinheiro
O ano inteiro
Só não entrego ao diabo
Pois desconfio que o diabo
É o diabo do patrão.
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 86 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111873