Colheita
Seja calma como a luz do sol rasgando a negra noite dor de março
Seja fruto do suor tão santo que envolve o trabalho flor de maio
Será justiça para com as mãos cobertas de tanto calor flor de outubro
Será beleza como a chegada do colorido das primaveras
Seja forte como a união dos nossos corações trabalho e dor
Seja firme como as águas lentamente tomando as tantas terras
Será o fogo que arde em cada peito nas fogueiras das paixões
E violento como o amor o corpo exige, grita, toma e berra
Que seja um parto dolorido e farto de vida e alegria trabalho e festa
Que seja novo como a emoção de um cego vendo a luz de um dia
Será justiça para com as mãos cobertas de tantos calos flor de outubro
Seja fruto do suor tão santo que envolve o trabalho flor de maio
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 56 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111851