Maravida
Era uma vez coisa de doce
Eu no meio e de sal
Da vida essa vida
Esta coisa assim
Assim tanto mar
Tanto mar tanto mar

Sempre um mar cores indo
De verde mais verde
Ao anil mais anil
Cores do sol e da chuva
Do sol e do vento
Do sol e luar

Era o tempo um beija-flor
Na rua flor em flor
E eu na rua bar em bar
Usandabusando bem ou mal
Do verbo
provar mergulhar
sempre menina franzina traquinas
de tudo querendo tomar e tomar

sempre garota marota tão louca
à boca de tudo querendo levar

vida, vida, vida
que seja do jeito que for

mar amar humor
se é dor quero um mar dessa dor
quero meu peito repleto
de tudo que eu possa abraçar
quero a sede e a fome eternas
de mar e amar e amar
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 59 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111600