Salve
E, o mãe
Salve aquele que é de paz
Aquele que traz só alegria
Aquele que é a luz do dia
Mesmo na noite mais escura
Que nesse tempo de vida dura tá ali

E, o mãe
Salve aquele de olho doce
De atrair a criançada
Colocando em cada face um sorriso
Colocando em cada face um sorriso

Salve aquele que fala manso
E cala alto nos ouvidos
Salve aquele que é poderoso
Pois saber usar bem todos os seus sentidos
E utiliza a paciência
Pra plantar e pra colher
E, ô mãe

Onde anda esse homem
Olhe bem teu coração, e, ô, ô. ô,  e ô mãe
Onde anda esse homem
Olhe bem seu coração
Não procure muito em volta
Pode ser que ele esteja
Exatamente lá no fundo de ocê
Ou não, pode sonhar
Ou não, pode sonhar
Ou não, pode sonhar
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 49 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111524