Sempre em teu coração
De tafetá, saia, de alva cor
Borboletando no salão grená
Ao som da orquestra de Waldir Calmon
(feita pra dançar)
Festa pra sonhar que amanhã será mulher
Lábios, carmim, (um gosto embriagador)
Beijos, varanda, uma ilusão de amor
(rosto branco de papel crepom)
Sim... meu bem... vamos dançar então
Vamos... sem errar...
Como na academia de Morae
Um passo pra lá
No compasso da valsa
Da vida, do tempo...
Sorrindo, chorando
Nos braços da vida
Na valsa do tempo...
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 84 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 111462